China foi o principal importador de carne de frango do Brasil em 2019

8 January 2020

A China assumiu-se em 2019 como o principal importador de carne de frango produzida no Brasil com compras de 585,3 mil toneladas, quantidade que representou um crescimento de 34% comparativamente às 483 mil toneladas de 2018, informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

A ABPA informou ainda que, apenas em Dezembro, a China importou 72 mil toneladas de carne de frango, um aumento de 94% face à quantidade contabilizada no mês homólogo de 2018.

“A crise sanitária que atingiu a suinocultura chinesa também influenciou o aumento das exportações de carne de frango, com as vendas efectuadas em 2019 a representarem a maior quantidade alguma vez exportada para a China desde a abertura do mercado em 2009”, disse Ricardo Santin, director-executivo da ABPA, que salientou o aumento verificado no final do ano.

Ainda na Ásia, o Japão aumentou as importações em 7,0% para 424 mil toneladas e no Médio Oriente os Emirados Árabes Unidos foram o destaque do ano com um aumento das importações de 10% para 341,1 mil toneladas.

“As exportações, em especial para a Ásia e Médio Oriente, devem manter uma tendência positiva em 2020, uma vez que o mercado internacional de proteína animal está a ser pressionado pela procura da Ásia, em particular”, disse Francisco Turra, presidente da ABPA.

Em termos globais os produtores brasileiros de carne de frango exportaram em 2019 mais de 4,2 milhões de toneladas, um acréscimo anual de 2,8%, ano em que foi contabilizado 4,1 milhões de toneladas.

As vendas registadas no ano passado ascenderam a 6994 milhões de dólares, um aumento de 6,4 em termos anuais, tendo o número registado apenas em Dezembro sido mais significativo com um aumento de 9,6% ou 636 milhões de dólares.

A ABPA é a representação político-institucional da avicultura e da suinocultura do Brasil, reunindo mais de 140 empresas responsáveis por exportações que superam oito mil milhões de dólares. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH