Produção da Hidroeléctrica de Cahora Bassa, em Moçambique, afectada pelo ciclone Idai

8 January 2020

A produção de energia eléctrica conseguida pela Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB) em 2019 ascendeu a 14 656 gigawatts/hora, que representa um aumento de 7,3% quando compara com a contabilizada em 2018 de 13 659 gigawatts/hora, informou a sociedade gestora do empreendimento.

A administração da HCB informou ainda em comunicado que o aumento da produção foi conseguido não obstante os efeitos causados pelo ciclone Idai sobre as linhas de transporte de energia, que impediram o alcance da meta prevista de 14 809 gigawatts/hora.

Os índices de armazenamento e as tendências de afluência de água na albufeira de Cahora Bassa, conjugada com as previsões meteorológicas sobre a bacia do Zambeze e a disponibilidade dos equipamentos de geração, conversão e transporte de energia, permitem estabelecer uma meta de produção de 14 938 gigawatts/hora em 2020.

A HCB continuará a executar o seu plano de modernização do parque electro-produtor e dos processos de operação e manutenção, com o objectivo de melhorar os índices de fiabilidade de energia e disponibilidade de equipamento, pode ler-se na nota divulgada.

A Hidroeléctrica de Cahora Bassa é uma empresa moçambicana com o mandato de explorar a energia produzida na barragem de Cahora Bassa desde 23 de Junho de 1975. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH