Banca de Angola concede 79 milhões de dólares para apoiar produção doméstica

9 January 2020

Os oito bancos comerciais de Angola que aderiram ao Programa de Apoio ao Crédito, que visa aumentar a produção doméstica e consequente substituição de importações, aprovaram 23 pedidos no valor de 38,6 mil milhões de kwanzas (79 milhões de dólares) no quarto trimestre de 2019, informou o Ministério da Economia e Planeamento.

A informação foi divulgada após a assinatura de um acordo com o Banco de Poupança e Crédito (BPC), que se tornou a nona instituição a aderir ao programa que visa aumentar a capacidade produtiva doméstica de 54 produtos identificados no Programa de Apoio à Produção Nacional, Diversificação das Exportações e Substituição de Importações (Prodesi).

O comunicado ministerial informa terem os bancos signatários do programa declarado terem recebido 107 solicitações de financiamento num total de 283 mil milhões de kwanzas (579 milhões de dólares).

O maior montante foi atribuído à Companhia de Bioenergia de Angola, para produção de açúcar e derivados na província do Malanje (5,7 mil milhões de kwanzas), seguindo-se a Fazenda Girassol, com um projecto de produção de milho e feijão no Zaire (3,8 mil milhões de kwanzas).

Entre as medidas ainda pendentes para aumentar o crédito em que o Ministério da Economia está a trabalhar contam-se a capitalização do Fundo de Garantia de Crédito e a imunização do risco cambial da linha de crédito concedida pelo Banco Africano de Desenvolvimento ao Banco de Poupança e Crédito. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH