Banco Nacional de Angola poupa dinheiro com a emissão de notas em plástico

9 January 2020

A emissão da nova série da família do kwanza, prevista para este ano, vai permitir reduzir para metade os valores despendidos com a manutenção da moeda nacional, disse quarta-feira em Luanda o governador do Banco Nacional de Angola.

José de Lima Massano, ao prestar declarações no final da discussão no parlamento da lei que autoriza o banco central a colocar em circulação uma nova família da moeda, disse que a poupança será o resultado do alargamento do prazo de vida, uma vez que as novas notas deixarão de ser fabricadas em papel de algodão para passarem a ser em polímero, uma espécie de plástico.

“A utilização do polímero, em substituição do papel, fará com que a nova nota do kwanza tenha maior durabilidade do que a utilizada actualmente”, disse, citado pela agência noticiosa Angop.

O governador adiantou que o BNA prevê vir a despender este ano cerca de 30 milhões de dólares com a emissão da nova família da moeda nacional, um montante semelhante ao que é gasto com a substituição das notas em circulação.

A série de 2020 da moeda de Angola compreende notas com os valores faciais de 200, 500, 1000, 2000, 5000 e 10 mil kwanzas. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH