Prémios de seguros crescem 36% em Angola entre 2014 e 2018

13 January 2020

O valor dos prémios de seguros acumulados pelas companhias a operar em Angola no período de 2014 a 2018 atingiu 582 117 milhões de kwanzas (1190 milhões de dólares), representando um crescimento de 36% em termos homólogos, informou a Agência Reguladora de Supervisão de Seguros de Angola (Arseg).

Um relatório divulgado pela agência revela uma evolução positiva e gradual ao longo dos anos em análise, sendo que os ramos não-Vida foram responsáveis por cerca de 98% da produção, com 570 731 milhões de kwanzas, tendo o ramo Vida chamado a si os restantes 2,0% com 11 385 milhões de kwanzas.

O sector desembolsou no período em análise (2014/2018) 6269 milhões de kwanzas para indemnizar titulares de seguros do ramo Vida e 255 648 milhões para os segurados do ramo Não-Vida, ainda segundo o mesmo documento.

À semelhança da produção, a maior parte das indemnizações recaiu, essencialmente no ramo Não-Vida, representando mais de 90% do total, de que se destacam os seguros de Acidentes, Doença e Viagens e Automóvel.

O relatório lembra que em 2016, através do Despacho Presidencial 39/16, o governo retirou a liderança do co-seguro das actividades petrolíferas da AAA Seguros, passando transitoriamente para a seguradora pública, ENSA Seguros. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH