Angolana Endiama anuncia privatização de hotel e de empresa de logística em 2020

15 January 2020

O Hotel Diamante e a empresa Enditrade vão ser privatizados este ano, anunciou em Luanda o presidente do conselho de administração da Empresa Nacional de Prospecção, Exploração, Lapidação e Comercialização de Diamantes de Angola (Endiama).

José Manuel Ganga Júnior, que procedia na ocasião à apresentação dos resultados do sector em 2019, disse que a Endiama não irá garantir a manutenção dos postos de trabalho nos dois empreendimentos.

A Endiama detém 70% das acções no Hotel Diamante e 50% na Enditrade – parte logística do sub-sector mineiro.

O presidente da Endiama disse ainda que a empresa prestadora de serviços de segurança Alfa 5 vai ser mantida no universo empresarial do grupo, mas reduzindo a participação no capital social dos actuais 70% para 30%.

Por seu turno, a Clínica Sagrada Esperança, situada na Ilha de Luanda, não será privatizada, uma vez que funciona como um “seguro de saúde”, assegurando a assistência médica e medicamentosa aos trabalhadores da empresa.

A Endiama é uma empresa pública vocacionada para a prospecção, reconhecimento, exploração, lapidação e comercialização de diamantes, com participação em 12 projectos diamantíferos localizados nas províncias da Lunda Norte e Sul e Cuando Cubango, nos quais detêm participações que vão de 20% a 51%. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH