Turismo de Macau antecipa quebra no número de visitantes em 2020

16 January 2020

Macau deverá receber menos visitantes em 2020, estando prevista uma quebra anual de 3,0%, disse terça-feira a directora dos Serviços de Turismo, que salientou ter-se registado em 2019 um novo recorde com 39,4 milhões de visitantes, um acréscimo de 10,1% quando comparado com o contabilizado um ano antes.

Maria Helena de Senna Fernandes salientou igualmente que, além do aumento no número global, também houve acréscimos no número de visitantes que pernoitaram na cidade bem como como no de excursionistas, designação atribuída àqueles que permanecem em Macau um único dia.

A responsável adiantou que em 2019, apesar de factores de instabilidade económica mundial, Macau beneficiou da entrada em funcionamento da Ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau, sendo que segundo números preliminares houve um aumento tanto do número total de visitantes, como da Grande China, a par com os visitantes que não pernoitaram e os que pernoitaram, entre outros dados turísticos.

Ao nível dos mercados de visitantes internacionais, a Coreia do Sul permaneceu no topo da lista como principal fonte de visitantes internacionais de Macau, que em 2019 foi visitado por mais de 740 mil cidadãos daquele país.

Para o ano em curso, a Direcção dos Serviços de Turismo irá fomentar, entre outras acções, o desenvolvimento do “turismo inteligente” e da Cidade Criativa de Gastronomia, o enriquecimento dos produtos turísticos locais e irá começar a preparar a revisão do Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau, segundo a sua directora.

Maria Helena de Senna Fernandes anunciou para este ano a organização do “Fórum Internacional de Gastronomia, Macau”, a fim de reforçar o intercâmbio cultural e cooperação com as Cidades Criativas, e da construção de uma base de dados sobre gastronomia macaense, além de promover Macau como destino importante e local ideal de passagem para os turistas internacionais que visitam a Grande Baía reforçando o lançamento de novos produtos turísticos no âmbito de itinerários “multi-destinos.”

Anunciou igualmente a abertura do Museu do Grande Prémio de Macau, que irá contar com vários tipos de dispositivos interactivos multimédia, para proporcionar uma experiência inteiramente nova aos visitantes, dar continuidade ao apoio no desenvolvimento de produtos turísticos marítimos e explorar com o sector turístico a viabilidade da realização de passeios turísticos nas ilhas da Grande Baía. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH