Grupo italiano ENI obtém bloco para prospecção petrolífera em Angola

20 January 2020

A Agência Nacional de Petróleo e Gás (ANPG) atribuiu o Bloco 28 ao grupo italiano ENI (como operador, com 60%), na sequência do concurso público internacional que teve lugar em 2019, informou a concessionária para direitos de petróleo e gás em Angola.

Esta decisão sobre aquele bloco localizado em águas profundas na inexplorada Bacia do Namibe, sul de Angola, permitirá que o grupo italiano consolide ainda mais a sua presença no país, onde opera através da subsidiária ENI Angola desde 1980.

O grupo empreiteiro incluirá a Sonangol P&P (20% de participação), enquanto os 20% restantes serão atribuídos a um terceiro parceiro durante o fecho do contrato.

A atribuição do Bloco 28 é parte do resultado daquele leilão, em que foram colocados 10 blocos localizados nas bacias de Namibe e de Benguela, incluídos nas concessões de gás e petróleo em terra e no mar previstos para o período 2019/2025.

O Bloco 28 está localizado numa área de exploração fronteiriça, a algumas dezenas de quilómetros da costa, a profundidades de água que variam entre mil e 2500 metros.  (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH