Construção de terminal de cruzeiros em Cabo Verde adjudicada até finais de Julho de 2020

30 January 2020

A adjudicação do contrato de construção do terminal de cruzeiros do Mindelo está prevista para finais de Julho de 2020, nos termos do concurso público internacional em duas fases lançado pela Empresa Nacional de Administração dos Portos (Enapor) de Cabo Verde, noticiou a imprensa cabo-verdiana.

Uma fonte da administração da empresa disse à agência noticiosa Inforpress que a primeira fase do concurso contempla a entrega das propostas técnicas sendo que até ao seu final, a 11 de Março de 2020, serão seleccionados até um máximo de oito candidatos.

A segunda fase inicia-se no dia 28 de Março com a entrega das propostas finais das empresas qualificadas nos âmbitos técnicos e financeiros, após o que fará a selecção do empreiteiro, devendo a adjudicação da obra ocorrer na data mencionada.

A Enapor informou que o terminal de cruzeiros do Mindelo “terá um impacto enorme na economia de São Vicente e Santo Antão, assim como um efeito indutor na economia de Cabo Verde.”

O caderno de encargos do concurso público internacional prevê a construção de dois berços para atracação de navios, sendo um de 400 metros de extensão e 11 metros de profundidade e outro de 450 metros e 9,5 metros de profundidade, um cais de 12 metros, um terminal de passageiros, uma vila turística, uma zona imobiliária e um parque de estacionamento.

O terminal de cruzeiros é co-financiado em mais de 2900 milhões de escudos (29 milhões de dólares), pelo fundo ORIO dos Países Baixos e pelo Fundo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo para o Desenvolvimento Internacional.

Para este ano, o projecto conta com uma dotação orçamental para o início das obras de cerca de 972 milhões de escudos, no âmbito do Orçamento do Estado 2020, sendo que para 2021 o governo prevê consignar mais 1152 milhões para os trabalhos na infra-estrutura e, em 2222, mais 779 milhões de escudos para conclusão das obras. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH