BNU Macau contribui com 68,7 milhões de euros para resultado líquido consolidado da Caixa Geral de Depósitos em 2019

3 February 2020

O BNU Macau foi o principal contribuidor da área de negócio internacional para o resultado líquido consolidado da Caixa Geral de Depósitos (CGD) em 2019, com 68,7 milhões de euros, segundo a informação divulgada em Lisboa pelo banco estatal português.

A CGD informou ainda que a seguir ao BNU Macau surgem o BCI Moçambique, com 34,8 milhões de euros e a sucursal de França com 20,4 milhões de euros.

O produto global da actividade internacional cresceu 5,1% face a 2018, tendo as componentes que contribuíram para esta evolução face ao período homólogo do ano anterior sido a margem financeira, que registou um acréscimo de 2,8% ou 11,0 milhões de euros e os resultados em operações financeiras, com 39,9% e 15,4 milhões de euros.

O banco estatal português informou ainda que na área de negócio internacional concluíram-se em 2019 as vendas do Banco Caixa Geral (Espanha) e do Mercantile (África do Sul).

O resultado líquido consolidado de 2019 atingiu 776 milhões de euros, (+280 milhões de euros face a 2018) e o resultado líquido consolidado corrente foi de 632 milhões de euros (+136 milhões de euros face a 2018, +27%).

O banco registou ainda um resultado extraordinário de 144 milhões de euros relacionado com o processo de venda das subsidiárias internacionais sendo, maioritariamente, decorrente da reversão de imparidades constituídas em 2017. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH