Défice da balança comercial de Macau regista melhoria marginal em 2019

4 February 2020

O défice da balança comercial de Macau melhorou em termos marginais em 2019 ao ter-se situado em 77,33 mil milhões de patacas (9,66 mil milhões de dólares), uma quebra de 577 milhões de patacas face ao número contabilizado em 2018, informaram os Serviços de Estatística e Censos.

O resultado alcançado ficou a dever-se ao facto de as exportações de mercadorias terem aumentado 5,0% em termos homólogos para 12,80 mil milhões de patacas, enquanto o valor importado de mercadorias (90,13 mil milhões de patacas) foi semelhante ao observado no ano de 2018.

Por tipo de produtos, aqueles serviços destacaram a quebra verificada no valor da importação de telemóveis, de 29% e o aumento na importação de produtos de beleza, de maquilhagem e de cuidados da pele, cujo valor registou um aumento de 44,2%.

Quanto aos países ou territórios de origem, o valor importado de mercadorias da China continental (30,65 mil milhões de patacas) baixou 2,8% em relação a 2018, tendo o valor importado de mercadorias da União Europeia (24,92 mil milhões de patacas) subido 10,6%.

Os Serviços de Estatística e Censos informaram igualmente terem os valores importados de mercadorias dos países da iniciativa “Faixa e Rota” (15,97 mil milhões de patacas) e dos países de língua portuguesa (844 milhões de patacas) crescido 122,3% e 6,9%, respectivamente.

A balança comercial relativa a Dezembro de 2019 registou um défice de 7,85 mil milhões de patacas, tendo as exportações crescido 5,1% em termos homólogos para 1,10 mil milhões de patacas e as importações ascendido a 8,95 mil milhões de patacas, um acréscimo de 12,1% em termos anuais. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH