Investimento público em Moçambique teve pouco efeito na redução das diferenças entre áreas urbanas e rurais

5 February 2020

O programa de investimento público de Moçambique fez progressos limitados na redução das disparidades entre áreas urbanas e rurais durante os anos de expansão de investimentos entre 2008 e 2015, segundo o  Relatório da Actualidade Económica de Moçambique do Banco Mundial.

“No geral, a diferença entre as áreas rurais e urbanas, especialmente nas partes rurais das províncias centrais e do norte de Moçambique, que são as mais pobres, tem crescido”, pode ler-se no documento recentemente divulgado.

O relatório adianta que os níveis mais baixos de investimento em áreas carentes contribuíram para aumentar as lacunas no acesso, tendo as ineficiências em gastos também desempenhado um papel importante, observando-se que apenas 42% do orçamento de investimentos foram gastos em capital em infraestrutura básica para prestação de serviços entre 2009 e 2015, com o restante direccionado para despesas que não são de capital, como custos administrativos e custos indirectos.

“Mas desde 2016, os cortes no orçamento de investimentos ajudaram a melhorar a composição dos investimentos, à medida que as consignações para gastos administrativos diminuíam”, afirma-se no relatório, em cuja conclusão se recomenda o estabelecimento de metas específicas para alcançar áreas carentes no Plano Quinquenal do Governo e no Plano Económico e Social, adoptando uma abordagem abrangente para atingir áreas com populações crescentes e continuando a reduzir ineficiências na consignação de fundos.

O relatório afirma que o crescimento económico deverá cair para 2,3% em 2019, depois de 3,3% em 2018, uma vez que a menor produção de carvão e o impacto dos ciclones, principalmente na agricultura, afectaram a produção geral.

“Com a produção económica a crescer a um ritmo mais lento do que a população (2,8%), isso traduz-se num declínio nos padrões de vida num contexto em que a pobreza foi ainda mais agravada pelos ciclones”, pode ler-se no documento do Banco Mundial. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH