Angola perde voos da Air Namibia e da South African Airways

10 February 2020

A suspensão dos voos da companhia Air Namibia de Windhoek para Luanda vai reduzir o intercâmbio comercial e cultural entre os dois países, escreveu a agência noticiosa Angop.

A transportadora aérea namibiana anunciou na passada terça-feira a suspensão, a partir de domingo e por tempo indeterminado, da rota Windhoek-Luanda, justificando que Angola tornou-se num mercado economicamente inviável.

A rota Windhoek/Luanda foi, segundo dados da companhia estatal namibiana, a mais rentável pelo menos entre 2000 e 2015, tendo-se a realidade alterado radicalmente, pelo que a empresa se viu obrigada a suspender a ligação entre os dois países.

Esta operadora aeronáutica namibiana está a atravessar uma grave crise financeira, colocando em risco a manutenção da sua actividade, que está em análise pelo Governo local, tendo a companhia aérea angolana TAAG assumido o transporte dos passageiros.

Entretanto, a companhia aérea estatal South African Airways (SAA) anunciou que vai deixar de voar, a partir de 29 de Fevereiro, para oito destinos internacionais, incluindo Angola e Brasil, devido a problemas financeiros.

A SAA vai manter o voo entre Joanesburgo e Maputo mas vai também abandonar as ligações para a cidade chinesa de Cantão e para a região administrativa especial chinesa de Hong Kong.

Os administradores da falência da companhia aérea sul-africana sublinharam que as medidas fazem parte de um plano de reestruturação que será divulgado no final de Fevereiro. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH