Ministra da Agricultura afirma que relação do Brasil com a China é sólida

17 February 2020

A relação do Brasil com a China é sólida e o acordo alcançado entre este país e os Estados Unidos “não terá reflexos catastróficos” para o Brasil, disse na passada semana em Brasília a ministra brasileira da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Sou optimista, penso nas oportunidades que as crises podem trazer em certos momentos”, disse a ministra Tereza Cristina, ao participar no 14º Encontro de Previsão de Colheita, promovido pela Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (ANEC) e pela Associação Nacional dos Exportadores de Algodão (ANEA), na capital federal.

A ministra, citada pela imprensa brasileira, realçou que a próxima colheita de soja já tem preço e já está vendida e salientou que o ministério que tutela está a trabalhar no sentido de abrir novos mercados a fim de aumentar as exportações brasileiras.

Sublinhou, no entanto, ser importante analisar os possíveis impactos do vírus Covid-19 na agricultura brasileira, mas acrescentou que a China é um país com 1,3 mil milhões de habitantes “que vão continuar a precisar de alimentos.

São conjunturas momentâneas, mas que temos de analisar com a devida cautela e de uma forma mais abrangente e não pontual. Temos de ter muita cautela e responsabilidade, porque os mercados são nervosos”, disse. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH