Luxemburgo financia projecto de energia solar do parlamento de Cabo Verde

19 February 2020

O Luxemburgo vai pagar o sistema de produção de energia solar fotovoltaica do palácio da Assembleia Nacional de Cabo Verde, que irá contribuir para a redução em cerca de 30% da factura da electricidade da instituição, segundo anúncio público.

O acto de apresentação do projecto, orçado em 150 mil euros, foi presidido pelo ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades cabo-verdiano, Luís Filipe Tavares, pelo presidente da Assembleia Nacional local, Jorge Santos e pelo ministro da Cooperação e Acção Humanitária luxemburguês, Frantz Fayot, no âmbito de uma visita a Cabo Verde.

Frantz Fayot disse que esta iniciativa está inserida no programa de apoio ao sector de energia renovável da cooperação luxemburguesa e está a ser executado com a parceria e colaboração do Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial (CERMI) de Cabo Verde a nível da assistência técnica.

O ministro da Cooperação e Acção Humanitária luxemburguês encontra-se no arquipélago no âmbito das negociações do quinto Programa Indicativo de Cooperação entre Cabo Verde e o Luxemburgo para o período 2021 – 2024, que irá beneficiar de um aumento de mais de 30%, passando dos actuais 45 milhões de euros para cerca de 60 milhões.

O programa, que deve ser assinado entre Junho e Julho próximos, no Luxemburgo, foi um dos assuntos tratados na reunião de trabalho entre a delegação cabo-verdiana e a luxemburguesa, realizada terça-feira na Praia, segundo a agência noticiosa Inforpress. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH