Operação Transparência permite apreensão de milhares de diamantes em Angola

19 February 2020

Um total de 6579 diamantes em bruto, 19 viaturas e 275 mil dólares foram apreendidos na província da Lunda Norte, em Angola, no âmbito da Operação Transparência, segundo um relatório da Comissão Provincial de Protecção Civil.

O relatório referente às acções realizadas nos últimos 12 meses adianta que no quadro da operação que visa o combate ao tráfico de diamantes e a imigração ilegal foram igualmente apreendidos 3,0 milhões de kwanzas e 80 mil francos congoleses.

A operação, que em Março de 2019 foi alargada à costa marítima, permitiu, também, a detenção de 147 379 cidadãos estrangeiros, sendo 147 006 da República Democrática do Congo e 158 oeste-africanos por situação migratória irregular, que foram repatriados aos países de origem.

O relatório citado pela agência noticiosa Angop informa ainda que no âmbito da “Operação Resgate” foram encerradas 96 igrejas, sendo 54 por exercício ilegal da actividade religiosa e 24 por falta de instalações condignas para a realização de cultos.

Foram também encerradas 107 estabelecimentos comerciais por falta de requisitos para o exercício da actividade, tendo as infracções registadas rendido ao Estado mais de 16,5 milhões de kwanzas.

A “Operação Resgate”, iniciada em Dezembro de 2018, visa o combate à criminalidade, imigração ilegal, transgressões administrativas e outras situações que influenciam negativamente a segurança pública. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH