Companhias aéreas da China incluem nas suas frotas 90 aviões da brasileira Embraer

20 February 2020

A Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) terá de entregar os 10 aviões 195-E2 encomendados pelo Banco Industrial e Comercial da China para que tenha vendido 100 aparelhos a empresas e companhias aéreas da China, segundo os dados relativos a 2019.

A Embraer procedeu em 2019 à entrega de um total de 198 aviões a jacto, sendo 89 relativas ao segmento de avião comercial e os restantes 109 ao segmento de aviação executiva.

No primeiro segmento o destaque vai para os E175, de que a empresa entregou 67 unidades e no segundo segmento, o de aviação executiva, realce para os Phenom 300, de que foram entregues 51 aparelhos.

A empresa salientou no comunicado divulgado em São José dos Campos, estado de São Paulo, ter o número de aparelhos entregues em 2019 representado um aumento de 9% em relação às entregas de 2018, quando foram entregues 181 aviões a jacto.

A companhia aérea da China que encomendou e recebeu o maior número de aparelhos da Embraer é a Hainan Airlines, com 50 E190 e 20 E195.

Seguem-se depois por ordem de importância a China Southern Airlines com 20 E190, a Guizhou/Colourful com nove E190 e a Kunpeng Airlines com cinco E190.

O Embraer E175 é o avião mais popular da empresa brasileira, que até à data já produziu 634 unidades deste modelo dos 815 pedidos firmes apresentados. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH