Grupo Jan De Nul conclui dragagem de manutenção do porto de Maputo, Moçambique

21 February 2020

O grupo Jan De Nul concluiu a dragagem de manutenção do porto de Maputo que permitiu repor a profundidade alcançada aquando da dragagem executada em 2016, informou o grupo em comunicado divulgado quarta-feira.

O comunicado adianta que o porto de Maputo pode receber navios até 80 mil toneladas desde 2017, depois de o grupo ter executado uma dragagem que permitiu aprofundar o canal de acesso e os cais de menos 11 metros para entre menos 13,05 metros e menos 14,4 metros.

As operações incidiram nos canais da Matola, Catembe, Polana, Xefina e do Norte e envolveu a remoção de 1,4 milhões de metros cúbicos de sedimentos.

O contrato agora dado por concluído, para a realização de dragagem de manutenção, foi assinado em Agosto de 2019 entre o grupo com sede no Luxemburgo e a Companhia de Desenvolvimento do Porto de Maputo.

A Companhia de Desenvolvimento do Porto de Maputo é uma parceria entre a estatal Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique e a firma Portus Indico, composta pelos grupos Grindrod (África do Sul), DP World (Dubai) e pela empresa local Moçambique Gestores. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH