Governo de Moçambique pretende contratar assessor para a Empresa Nacional de Hidrocarbonetos

24 February 2020

As empresas interessadas em prestar assessoria financeira à Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH) de Moçambique deverão apresentar as respectivas propostas até terça-feira, segundo um comunicado governamental.

O comunicado citado pelo matutino Notícias, de Maputo, informa que a empresa que vier a ser seleccionada deverá apoiar a estatal ENH a angariar o financiamento necessário para garantir a sua quota-parte no projecto de gás natural Área 4 da bacia do Rovuma, província de Cabo Delgado, norte de Moçambique.

O governo realçou na nota divulgada que o consultor será seleccionado em observância ao método baseado na qualidade e custo definidos nas directrizes estabelecidas pelo Banco Mundial, sendo que a sua contratação faz parte de um pacote concedido por aquela instituição multilateral para financiar o projecto de assistência técnica para o gás e minas (Magtap).

Os parceiros do bloco Área 4 agendaram para Abril próximo a tomada de decisão final de investimento, que vai exigir um esforço financeiro de 25 mil milhões de dólares e cujo plano de desenvolvimento foi já aprovado pelo governo de Moçambique.

A primeira grande descoberta de gás natural na bacia do Rovuma foi reportada em Fevereiro de 2010 pelo grupo Anadarko Petroleum (à data operador do bloco Área 1) no campo Windjammer.

Ao todo foram descobertas naqueles dois blocos reservas estimadas em cerca de 170 biliões de pés cúbicos de gás natural. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH