Grupo Total encomenda cargueiros para projecto de gás natural em Moçambique

25 February 2020

O grupo francês Total deverá encomendar oito cargueiros de gás natural liquefeito para o projecto do bloco Área 1 da bacia do Rovuma, norte de Moçambique, noticiou o jornal sul-coreano Business Korea.

As cartas de intenção assinadas com a Hyundai Heavy Industries e Samsung Heavy Industries deverão dar origem a encomendas em Março próximo, sendo que a construção dos oito navios tem um custo estimado em 3,4 biliões de won (2,8 mil milhões de dólares).

Este anúncio reforça a ideia de que o projecto que poderá vir a exigir investimentos excedendo 25 mil milhões de dólares está a progredir, não obstante o clima de insegurança existente na província de Cabo Delgado.

Ataques levados a cabo por alegados terroristas islâmicos têm causado a morte de centenas de pessoas e grande destruição de bens desde 2017.

O grupo Total concluiu em 2019 a aquisição da participação de 26,5% detida pelo grupo Anadarko Petroleum Corporation naquele bloco por 3,9 mil milhões de dólares, no âmbito da compra dos activos em África deste último grupo, entretanto adquirido pelo Occidental Petroleum Corporation.

O projecto inicial contemplava a instalação de dois módulos de liquidificação de gás natural com uma capacidade de produção de 12,9 milhões de toneladas por ano.

Os restantes parceiros do grupo Total, que funciona como operador, são a ENH Rovuma Área Um, subsidiária da estatal moçambicana Empresa Nacional de Hidrocarbonetos, com 15%, Mitsui E&P Mozambique Area1 Ltd. (20%), ONGC Videsh Ltd. (10%), Beas Rovuma Energy Mozambique Limited (10%), BPRL Ventures Mozambique B.V. (10%) e PTTEP Mozambique Area 1 Limited (8,5%). (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH