Angolana Sonangol inicia processo de venda de activos em Abril

28 February 2020

A privatização de 11 dos 54 activos detidos na totalidade ou parcialmente terá início em Abril próximo, disse quinta-feira em Luanda o presidente da Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol).

Sebastião Martins, após garantir que o processo encontra-se em fase avançada de preparação, disse constarem da lista a a Sonamet, vocacionada para o fabrico de infra-estruturas metálicas, onde a Sonangol detém 40% do capital, Estaleiro de Fabricação de Painéis (40%) e a Petromar (30%).

A Sonangol pretende, igualmente, desfazer-se da sua participação no Centro de Apoio Logístico no Soyo (30%), empresas do grupo Sonadit, dedicada à manutenção das empresas que operam no mar (30%), outras duas da Sonatip prestadoras de serviço marítimo (51% em cada uma) e o Banco Angolano de Investimentos (8,5%).

A privatização destas empresas faz parte do Programa de Privatização (Propriv), medida do governo que prevê, até 2022, privatizar pelo menos 195 empresas detidas ou participadas pelo Estado, para “reestruturar e redimensionar o sector empresarial público” em Angola.

No âmbito da execução do Propriv, 81 empresas deverão ser alienadas, este ano, por concurso público, seis por leilão em bolsa e três por oferta pública inicial.

Em 2021, serão privatizadas mais 12 empresas, com as restantes quatro a saírem da carteira do Estado em 2022. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH