ANPG de Angola prepara leilão de blocos petrolíferos em duas bacias terrestres

12 March 2020

A Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPG) reúne-se no próximo dia 25 com as empresas petrolíferas nacionais, para abordar questões relacionadas com o processo de licitação para a exploração petrolífera nas bacias terrestres do Baixo Congo e do Cuanza, segundo informação oficial.

A referida sessão de esclarecimento terá por objectivo transmitir informações sobre o enquadramento legal e contratual, a certificação das empresas pelo Ministério dos Recursos Mineiras e Petróleos, o acesso às áreas, questões ambientais e o do processo de licitação/2020.

A Bacia do Baixo Congo situa-se na costa ocidental de África, delimitada a norte pelo Gabão e a sul pela Bacia do Cuanza, tendo a Zona Terrestre da Bacia do Baixo Congo uma área sedimentar de aproximadamente de sete mil quilómetros quadrados.

As actividades de exploração e produção de petróleo na zona terrestre da bacia do Baixo Congo começaram durante a segunda década do século XX, se bem que a fase de exploração activa e desenvolvimento deu-se entre 1967 a 1992.

Durante esse período, foram descobertos 13 campos de petróleo e um de gás, tendo sido estimadas reservas de 830 milhões de barris e uma produção de petróleo superior a 30 mil barris de petróleo/dia.

Já a bacia do Cuanza é uma área terrestre de 25 mil quilómetros quadrados, situada ao redor da foz do rio Cuanza que é propícia à exploração de hidrocarbonetos.

A prospecção nesta região começou no século 20, entre 1952 e 1974 e houve a descoberta de significativas reservas comerciais, o que permitiu considerar esta área como um dos principais pontos de exploração de petróleo em Angola.

Desde o início da actividade até à data foram descobertos um campo de gás natural e 12 campos de petróleo, que representam um total de reservas de 400 milhões de barris, dos quais já foram explorados 82 milhões de barris.

Apesar de nos últimos 20 anos não se terem efectuado mais trabalhos de prospecção nesta região, estima-se que haja reservas que possam vir a dar resultados tão bem sucedidos como os das descobertas em águas profundas. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH