Produção petrolífera de Angola cresce ligeiramente em Fevereiro de 2020

13 March 2020

A produção petrolífera de Angola registou um crescimento de 15 mil barris por dia em Fevereiro passado para 1,390 milhões de barris por dia, informa o relatório sobre o mercado petrolífero de Março de 2020 da Organização dos Países Exportadores de Petróleo.

Os dados publicados, com base em fontes secundárias, representam uma inversão relativamente a Janeiro passado, mês em que a produção petrolífera angolana apresentou uma quebra diária de 33 mil barris comparativamente aos 1,408 milhões de barris por dia contabilizados em Dezembro de 2019.

A produção petrolífera angolana, tendo por base a comunicação directa, registou em Fevereiro passado uma quebra de 27 mil barris por dia para 1,387 milhões de barris por dia.

O número de barris extraídos em Fevereiro é, no entanto, superior ao contabilizado em Dezembro de 2019, quando a produção se cifrou em 1,369 milhões de barris por dia.

Segundo fontes secundárias, a produção angolana de petróleo tem estado em queda, tendo registado médias de 1,505 milhões de barris por dia em 2018 e de 1,401 milhões de barris por dia em 2019.

Tendo por base a comunicação directa a realidade é semelhante, com produções de 1,473 milhões e 1,377 milhões de barris por dia em 2018 e 2019, respectivamente.

A agência Fitch Ratings procedeu recentemente à revisão em baixa da notação de risco de Angola para “B-”, reflectindo o impacto de uma mais baixa de produção de petróleo a preços mais baixos.

A ministra das Finanças de Angola, Vera Daves, disse na passada semana em Luanda ser ainda “prematuro ponderar qualquer cenário de revisão do Orçamento de Estado para 2020”, apesar da volatilidade dos preços do petróleo extraído no pais nos mercados internacionais.

O Orçamento de Estado para 2020 foi elaborado na base do preço do barril de petróleo a 55 dólares mas recentemente, devido ao surto de COVID-19, esse preço tem estado em queda, tendo andado a rondar 30 dólares.  (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH