Covid-19 adia programa de privatizações em Angola

18 March 2020

O Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE) de Angola decidiu adiar as apresentações técnicas, hoje e quinta-feira em Luanda, sobre a privatização de empreendimentos industriais têxteis e agro-pecuários, informou o Ministério das Finanças.

O comunicado oficial informa ainda que as apresentações técnicas realizar-se-ão em data a anunciar, tendo justificado o adiamento com a necessidade de ajustamentos face às recomendações das autoridades sanitárias sobre a prevenção contra o Covid-19.

Os encontros visavam reunir empresários, operadores da banca e fundos de investimentos, agentes de intermediação financeira e consultores a fim de prestar informações sobre as três fábricas têxteis e quatro empreendimentos agro-pecuários.

As três unidades industriais são a Comandante Bula (antiga SATEC), localizada no Dondo, província do Cuanza Norte, África Têxtil, localizada no município de Benguela, província de Benguela e a Textang II, localizada no município do Cazenga, província de Luanda.

Os quatro empreendimentos agro-pecuários são a Fazenda Quizenga (Malange), Fazenda Cubal (Benguela), Fazenda Longa (Cuando Cubango) e Fazenda Pungo Andongo (Malange).

O Programa de Privatizações (ProPriv) do governo prevê passar para a esfera privada 195 empresas a longo de um período de quatro anos. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH