Presidente de Angola autoriza emissão de mais dívida pública em euro-obrigações

20 March 2020

Angola está-se a preparar para contrair mais dívida pública com a emissão de euro-obrigações até ao montante de 3000 milhões de dólares, a fim de financiar o défice orçamental que se prevê virá a agravar-se com a queda dos preços do barril de petróleo, escreveu a agência financeira Bloomberg.

A agência cita um decreto presidencial de 18 de Março que autoriza a ministra das Finanças, Vera Daves, a contratar entidades bancárias para procederem à montagem da operação sem, no entanto, avançar qualquer data precisa.

A maior parte dos oito mil milhões de dívida denominada em dólares está nas mãos de investidores europeus e americanos, na sua maior parte, sendo a Alliance Bernstein LP, BlackRock Inc. e a Aviva Plc aqueles que detêm maiores montantes, segundo dados compilados pela agência.

Mas a Bloomberg cita investidores como a Aberdeen Standard Investments and Federated Hermes para afirmar que a emissão de dívida num futuro próximo não deverá ser bem-sucedida.

O Presidente de Angola, país cujas exportações estão mais de 90% concentradas em petróleo, afirmou recentemente dever vir a ser necessário rever todas as previsões económicas, nomeadamente as relacionadas com o Orçamento de Estado, devido à queda do preço do barril de petróleo e da pandemia relacionada com o Covid-19.

João Lourenço, que discursava na III sessão ordinária do Comité Central do MPLA, partido que governa Angola desde a independência do país, reconheceu que “o preço do petróleo em rama nunca tinha conhecido uma queda tão abrupta em tão curto espaço de tempo como actualmente.”

A anterior emissão de euro-obrigações teve lugar em Novembro de 2019, quando Angola colocou no mercado internacional 3000 milhões de dólares em duas parcelas com maturidades distintas no mercado financeiro de Londres.

Uma parcela de 1,75 mil milhões de dólares com maturidade de 10 anos foi emitida com uma taxa de cupão de 8,0% e a segunda, de 1,25 mil milhões de dólares e maturidade de 30 anos, teve uma taxa de juro de cupão fixada em 9,125%. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH