Governo de Cabo Verde aprova Orçamento de Estado rectificativo até Junho

24 March 2020

O governo de Cabo Verde deverá aprovar um Orçamento de Estado rectificativo até Junho próximo, na sequência da “forte recessão económica” que se está a prever devido à pandemia do Covid-19, disse recentemente o primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva.

O primeiro-ministro adiantou à agência noticiosa Lusa que o cenário macro-económico elaborado pela equipa do Ministério das Finanças e validado pela missão do Fundo Monetário Internacional, aponta para uma forte recessão económica em 2020 em Cabo Verde, “à semelhança do que acontece a nível mundial.”

Cabo Verde está dependente das receitas do turismo, com mais de 800 mil turistas anuais e um crescimento económico anual que tem excedido 5,0%, mas já se prepara para o cenário recessivo, devido à pandemia provocada pelo novo vírus corona.

“O impacto sobre as receitas fiscais vai ser forte, devido à quebra de actividade da indústria do turismo”, admitiu Ulisses Correia e Silva.

O primeiro-ministro acrescentou que está convocada para hoje, terça-feira 24 de Março, uma reunião do Conselho de Concertação Social, durante a qual o governo vai “apresentar um conjunto de medidas de mitigação e de apoio às empresas e à protecção dos trabalhadores.”

Cabo Verde recebeu mais de 819 mil turistas em 2019, número que representa um aumento de 7,0% face a 2018, ano em que o arquipélago recebeu a visita de mais de 765,6 mil turistas, tendo as dormidas superado 5,1 milhões, contra 4,9 milhões em 2018, uma variação homóloga de mais 3,7%. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH