Syrah Resources suspende laboração em fábrica nos EUA mas mantém actividade em Moçambique

25 March 2020

A Syrah Resources suspendeu a laboração na fábrica de Vidalia, Estados Unidos, na sequência da ordem de “permanecer em casa” anunciada pelo governador do estado da Louisiana dia 22 de Março, a fim de evitar a propagação do novo vírus corona, informou a empresa australiana em comunicado ao mercado.

O comunicado adianta que a decisão de encerrar a fábrica de 23 de Março a 13 de Abril de 2020 terá como consequência o adiamento da distribuição de amostras de grafite natural aos clientes potenciais.

A empresa anunciou igualmente que a operação de extracção de grafite em Moçambique, cujo produto abastece a fábrica de Vidalia, mantém-se sem alteração, se bem que esteja actualmente a prestar mais atenção à movimentação de pessoal e de bens.

A Syrah Resources, que em Moçambique opera através da subsidiária Twigg Exploration and Mining, retomou no início de Março passado a exploração de depósitos de grafite no distrito de Balama, província de Cabo Delgado, depois de cerca de seis semanas de paralisação das actividades.

A decisão de parar a actividade ficou a dever-se ao efeito combinado da guerra comercial entre os Estados Unidos e a China e à eclosão da epidemia de Covid-19 neste último país, o principal comprador do produto.

Em face dos constrangimentos mencionados, a administração da empresa viu-se obrigada a despedir 277 trabalhadores, entre nacionais e estrangeiros, como uma medida de contenção de custos, tendo visto a sua produção reduzir-se em 2019 de 250 mil para 150 mil toneladas. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH