Criadores do Cuanza Norte são os primeiros a receber cabeças de gado bovino chegadas a Angola

20 April 2020

Os criadores de gado da província do Cuanza Norte foram os primeiros a beneficiar do efectivo bovino adquirido pelo governo de Angola ao Chade, tendo 700 cabeças começado sexta-feira a ser entregues aos criadores inscritos no Ministério da Agricultura e Pescas, disse o director-geral do Instituto dos Serviços Veterinários.

Ditutala Simão fez questão de lembrar que o processo de distribuição do efectivo bovino pelo país ocorre mediante uma comparticipação financeira de 150 mil kwanzas por cada cabeça paga pelos beneficiários, do qual são obrigados a liquidar 40% (60 mil kwanzas) como sinal de entrada e as restantes em outras três prestações de 20% (30 mil kwanzas) em intervalos de dois anos.

O gado destina-se à reprodução, estando, por isso, proibido o abate e comercialização, “sendo que quem abater um destes animais responderá perante a justiça.

Angola recebeu na passada semana o terceiro carregamento de 1165 animais, totalizando 3500 cabeças do primeiro lote de 4500 previstos para até final deste mês, sendo que para o ano todo, espera-se a chegada de 13 500 bovinos, repartidos nos trimestres subsequentes.

O programa vai distribuir pelo país ao longo de cinco anos 75 mil cabeças de gado bovino, sendo que 60% (45 mil) são para empresários e os restantes 20% (30 mil) para as famílias de criadores.

O gado que Angola recebe resulta do pagamento de uma dívida, que o Chade contraiu com Angola, avaliada em 100 milhões de dólares e convertida no fornecimento de animais.

O primeiro carregamento, que chegou em Março, foi encaminhado para o projecto Agro-Pecuário da Quiminha, em Luanda, onde está em quarentena (processo de análise e acompanhamento do gado por veterinários).

Após quarentena, uma parte do gado vai para os empresários privados, no âmbito do programa de fomento da actividade de criação de gado em grande escala, tendo a outra parte como destino o norte de Luanda e a região do Planalto de Camabatela (Cuanza Norte, Uíge e Malanje), no âmbito do programa de repovoamento animal. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH