Economia de Macau contrair-se-á 24% em 2020, Fitch Ratings

22 April 2020
A economia de Macau deverá sofrer uma quebra de 24% em 2020 devido à pandemia de Covid-19, previu a agência Fitch Ratings, que manteve a notação de risco do território em “AA” com perspectiva negativa, segundo um comunicado divulgado terça-feira em Hong Kong.
A previsão de um segundo ano consecutivo de contracção económica, depois de uma quebra de 4,7% em 2019, tem por base a queda de cerca de 40% nas receitas do jogo, devido à enorme dependência do território das receitas dos casinos.
“Macau é um dos maiores centros mundiais de jogo em casino”, afirma a Fitch, que adianta representar esta indústria 51% da actividade agregada, 22% do emprego e mais de 80% da receita fiscal.
A Fitch Ratings recorda as medidas rígidas aplicadas pelo governo local para conter a propagação novo vírus corona, incluindo uma suspensão de 15 dias dos casinos em Fevereiro passado, controlos mais rigorosos na entrada de visitantes da China e a proibição temporária da entrada de não-residentes.
“Estas medidas tiveram inevitavelmente um impacto devastador na indústria do jogo, cujas receitas caíram mais de 80% em termos anuais em Fevereiro e em Março, devido à redução do número de turistas da China continental, o maior mercado emissor de visitantes”, pode ler-se.
As previsões da Fitch Ratings partem do princípio de que a pandemia ficará contida na segunda metade de 2020, devendo o Produto Interno Bruto de Macau crescer à taxa de 12,6% em 2021.
O Fundo Monetário Internacional previu recentemente que Macau deverá registar uma contracção de 29,6% este ano, que se vem adicionar à queda de 4,7% verificada em 2019, segundo a Previsão Económica Mundial.
O mesmo documento adianta que no ano seguinte, em 2021, a economia de Macau crescerá à taxa de 32,0%, quase que anulando a queda verificada nos dois anos anteriores.
O PIB de Macau registou uma contracção em termos reais de 4,7% em 2019, ao ter-se situado em 434,7 mil milhões de patacas (54 337 milhões de dólares), tendo o PIB per capita a preços correntes contraído-se 6,6% ao ter-se situado em 645 438 patacas (cerca de 79 977 dólares).
A Direcção dos Serviços de Estatística e Censos de Macau divulgará dia 25 de Maio a evolução do PIB no decurso do primeiro trimestre de 2020, período em que se assistiu ao eclodir da pandemia do novo vírus corona. (Macauhub)
MACAUHUB FRENCH