Grupo Mota-Engil obtém contrato para projecto de gás natural em Moçambique

28 April 2020

A Mota-Engil África assinou, no âmbito de uma parceria 50/50 com a BESIX, uma empresa belga especializada em trabalhos marítimos, um contrato no âmbito do projecto de extracção de gás natural em Moçambique, na província de Cabo Delgado, informou o grupo português Mota-Engil em comunicado ao mercado.

O projecto, cujo cliente é a CCS JV, uma parceria entre os grupos americano McDermott, italiano Saipem e japonês Chiyoda, inclui a construção de uma ponte-cais e de uma plataforma de descarga num valor total de cerca de 365 milhões de dólares.

As obras terão a duração de 32 meses, iniciando-se no primeiro semestre de 2020, sendo este o primeiro contrato concedido pela CCS JV no âmbito do projecto de exploração do bloco Área 1 da bacia do Rovuma, norte de Moçambique, liderado e operado pelo grupo francês Total.

A CCS JV assinou em Junho de 2019 um contrato com o grupo Anadarko Petroleum Corporation (entretanto comprado pelo grupo Occidental Petroleum que vendeu os interesses em África ao grupo Total) para o fornecimento de serviços no projecto de gás natural Área 1, no norte de Moçambique.

O bloco Área 1 é operado pelo grupo Total, com uma participação de 26,5%, a ENH Rovuma Área Um, subsidiária da estatal Empresa Nacional de Hidrocarbonetos, com 15%, Mitsui E&P Mozambique Area1 Ltd. (20%), ONGC Videsh Ltd. (10%), Beas Rovuma Energy Mozambique Limited (10%), BPRL Ventures Mozambique B.V. (10%), and PTTEP Mozambique Area 1 Limited (8,5%). (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH