Empresa naval chinesa ganha contrato ligado a plataforma da brasileira Petrobras

23 July 2020

A empresa naval chinesa BOMESC Offshore Engineering Co Ltd anunciou na segunda-feira que assinou um contrato ligado a uma unidade flutuante de produção, armazenamento e trasfega (FPSO, na sigla inglesa) de crude com o construtor japonês de plataformas MODEC Inc.

Num comunicado enviado à Bolsa de Valores de Xangai, a BOMESC revela que a unidade irá ser entregue à petrolífera estatal brasileira Petrobras S.A. para operar no campo de pré-sal de Búzios, na Bacia de Santos.

O grupo chinês vai receber um total de US$93,5 milhões para concluir até Setembro de 2021 a construção do módulo superior e do sistema de injecção química da FPSO.

A construção vai decorrer no estaleiro da BOMESC na Zona Económica Portuária de Lingang, na cidade de Tianjin, no nordeste da China.

O contrato foi assinado por uma subsidiária da BOMESC sediada em Tianjin e pela sucursal do grupo japonês em Singapura, a MODEC Offshore Production Systems (Singapore) Pte Ltd.

(Fonte) Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa:
https://www.forumchinaplp.org.mo/bomesc-subsidiary-to-build-fpso-for-deployment-off-brazil/?lang=pt

MACAUHUB FRENCH