China mantém-se como principal destino das exportações brasileiras: associação

27 July 2020

A China vai continuar, e “mais do que nunca”, a ser o principal destino para as exportações brasileiras, disse na quarta-feira José Augusto de Castro, Presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB).

Segundo uma nova previsão elaborada pela AEB para a balança comercial brasileira em 2020, as exportações brasileiras devem fixar-se em US$192,7 mil milhões, com 35 por cento direccionadas para a China, referiu a Agência Brasil.

“É uma concentração muito grande em um único país”, sendo que as matérias-primas representam a maioria das exportações brasileiras para a China, disse José Augusto de Castro, citado pela agência noticiosa estatal brasileira.

O responsável defendeu a redução dos custos industriais no Brasil para fomentar a exportações de produtos processados, não só para a China, mas também para a União Europeia.

(Fonte) Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa:
https://www.forumchinaplp.org.mo/china-forecast-to-remain-main-market-for-brazilian-exports/?lang=pt

MACAUHUB FRENCH