Voo especial ajuda chineses a regressar de Moçambique

17 August 2020

A Embaixada da China em Moçambique anunciou na quinta-feira a realização de um voo especial para ajudar cidadãos chineses retidos no país africano a regressar a casa, avançou o National Business Daily (NBD).

Num comunicado, a Embaixada revela que o voo operado pela companhia aérea chinesa Hainan Airlines deverá descolar da capital moçambicana, Maputo, a 22 de Agosto, com um máximo de 270 passageiros.

Segundo o jornal financeiro chinês, a Embaixada prometeu ajudar os cidadãos chineses a completar o necessário teste de ácido nucleico, até cinco dias antes do embarque, de forma a puderem entrar na China.

O voo irá aterrar na cidade de Nanchang, na província chinesa de Jiangxi, a 23 de Agosto, refere a notícia.

Todos os passageiros terão de se submeter a um exame médico ao aterrarem e completar um período de isolamento em local designado pelas autoridades, de forma a prevenir surtos da Covid-19, sublinha o comunicado.

(Fonte) Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa:
https://www.forumchinaplp.org.mo/special-flight-to-bring-home-chinese-stranded-in-mozambique/?lang=pt

MACAUHUB FRENCH