Estatísticas do sector das convenções e exposições de Macau referentes ao 2º trimestre de 2020

27 August 2020

No segundo trimestre de 2020 realizaram-se 38 reuniões, conferências e exposições. Em comparação com o trimestre homólogo de 2019, registou-se um decréscimo de 89,4% (-319) no número de eventos de convenções e exposições, devido ao contínuo impacto gerado pela pandemia. O número de participantes e visitantes foi de 22.000, menos 93,9%, em termos anuais, informam os Serviços de Estatística e Censos.

Durante o trimestre em análise efectuaram-se 36 reuniões e conferências, isto é, -309, em termos anuais e o número de participantes foi de 1.996, tendo descido 96,4%. Salienta-se que foram realizadas 25 reuniões e conferências com duração inferior a 4 horas, nas quais estiveram 1.370 participantes, tendo este número diminuído 85,7%. A duração média das reuniões e conferências foi de 0,7 dias, tendo baixado 0,7 dias, em termos anuais e a área utilizada total correspondeu a 15.000 m², menos 93,4%.

Realizaram-se 2 exposições no trimestre de referência (-8, face ao segundo trimestre de 2019), sendo ambas organizadas por entidades não governamentais. O número de visitantes fixou-se em 20.000, menos 93,5%, em termos anuais. A duração média das exposições manteve-se em 3,0 dias e a área utilizada total situou-se em 6.060 m², tendo diminuído 92,3%.

De acordo com as informações das 2 exposições realizadas, as receitas totalizaram 1,69 milhões de Patacas, das quais 90,6% eram provenientes do “aluguer das cabinas das exposições” e as restantes eram dos “subsídios concedidos pelo Governo e por outras instituições”. As despesas destas exposições cifraram-se em 1,89 milhões de Patacas, sendo efectuadas essencialmente em “rendas das instalações” (35,7% do total) e em “serviços de produção, instalação e decoração” (31,7%). Depois de subtraídas as despesas e os subsídios concedidos pelo Governo e por outras instituições, das receitas destas exposições, registou-se o valor negativo de 0,36 milhões de Patacas.

Nas exposições realizadas no segundo trimestre participaram 49 expositores, todos eles provenientes de Macau. As informações recolhidas junto de 46 expositores entrevistados indicavam que 99,9% das receitas provinham de “vendas de bens” e que as despesas foram efectuadas principalmente em “rendas das cabinas” (51,5% do total), bem como em “instalação e decoração das cabinas” (39,2%). Quanto aos comentários dos expositores entrevistados, observou-se que os graus de satisfação de expositores com as instalações e serviços das exposições aumentaram, face aos do primeiro trimestre. Realça-se que as proporções dos expositores satisfeitos com a “hospitalidade” das entidades organizadoras (97,8%), com a “organização de eventos” (95,7%) e com a “publicidade e promoção” (91,3%) cresceram: 32,5; 33,8 e 34,5 pontos percentuais, respectivamente, em termos trimestrais.

No primeiro semestre de 2020 efectuaram-se 152 reuniões, conferências, exposições e eventos de incentivo, isto é, -582, face ao semestre homólogo de 2019 e o número de participantes e visitantes foi de 102.000, tendo descido 85,2%. Realizaram-se 145 reuniões e conferências (-562, em termos anuais), nas quais estiveram 19.000 participantes (-86,6%) e efectuaram-se 5 exposições (-15), as quais tiveram 82.000 visitantes (-84,6%). De acordo com as informações das 5 exposições organizadas por entidades não governamentais no primeiro semestre, as receitas e despesas cifraram-se em 6,59 milhões e 4,98 milhões de Patacas, respectivamente. Depois de subtraídas as despesas e os subsídios concedidos pelo Governo e por outras instituições, das receitas destas exposições, registou-se o saldo de 0,72 milhões de Patacas.
(Direcção dos Serviços de Estatística e Censos)

Gabinete de Comunicação Social:
https://news.gov.mo/detail/pt/N20HZi5M4c?0

MACAUHUB FRENCH