Empresa de Macau quer vender café de Timor-Leste na Grande Baía

22 October 2020

A Charlestrong Café Co. Lda. quer vender café orgânico de Timor-Leste na região da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, disse Charles Shi, Presidente da empresa de Macau, ao jornal South China Morning Post.

O responsável referiu que a Charlestrong tem actualmente capacidade para processar cerca de 300 toneladas de grãos de café de Timor-Leste por ano numa fábrica com uma área de 7 mil pés quadrados.

Charles Shi acrescentou que está à procura de um espaço industrial maior, com uma área de pelo menos 50 mil pés quadrados, para aumentar a capacidade de produção até 5 mil toneladas por ano, recorrendo a máquinas de torrefacção maiores.

O empresário disse ao jornal de Hong Kong estar disposto a investir cerca de 30 milhões de patacas (US$3,76 milhões) neste projecto, sob a marca Café Dilly.

“Reparei no café de grande qualidade quando visitei [Timor-Leste]. Agarrei as oportunidades uma vez que os produtores locais não tinham encontrado um mercado”, explicou Charles Shi.

(Fonte) Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa:
https://www.forumchinaplp.org.mo/pt/empresa-de-macau-quer-vender-cafe-de-timor-leste-na-grande-baia/

MACAUHUB FRENCH