Instituto Cultural de Macau atribui bolsas de investigação académica a quatro investigadores

29 October 2020

Com o objectivo de estimular o desenvolvimento de estudos académicos originais sobre a cultura de Macau e sobre o intercâmbio entre Macau, o Interior da China e outros países, o Instituto Cultural (IC) estabeleceu, em 1988, as “Bolsas de Investigação Académica”, cujo processo de atribuição tem vindo continuamente a ser aperfeiçoado. Ao longo de mais de três décadas, foram atribuídas bolsas a cerca de 160 projectos de investigação, resultando na publicação de várias monografias, com o intuito de promover o intercâmbio cultural entre Macau, o Interior da China e outros países. Após um processo de selecção, foram atribuídas Bolsas de Investigação Académica 2020 aos projectos de investigação de quatro académicos locais e estrangeiros.

A fim de melhor alinhar o processo de candidatura e selecção com as normas académicas, e de incorporar princípios de equidade e justiça, o IC, de acordo com as disposições do Regulamento de Bolsas de Investigação Académica, incumbiu o Instituto de Investigação Social e Cultural da Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau (MUST) de constituir um painel de especialistas para realizar uma avaliação anónima das candidaturas e apresentar um parecer académico não vinculativo à Comissão de Selecção, composta pela Vice-Presidente do IC, Leong Wai Man; pelo Professor Catedrático de Mérito da MUST, Tang Kaijian; pelo Professor Catedrático Distinto da Faculdade de Letras da Universidade de Macau, Zhu Shoutong; pelo Editor-Chefe da revista académica South China Quarterly da Universidade de Macau, Tian Weiping; e pela Chefe substituta da Divisão de Estudos e Publicações do IC, Ng Mei Kun. Após consulta dos pareceres dos especialistas e com base numa análise abrangente das 27 candidaturas às bolsas deste ano, a Comissão de Selecção seleccionou quatro projectos candidatos, a saber:

1. Catalogue of Macao Shipping 1700-1833 (em português: “Catálogo de Transportes Marítimos em Macau 1700-1833”), um projecto do investigador Paul Arthur Van Dyke, doutorado em História pela Universidade do Sul da Califórnia, (Estados Unidos da América), actualmente Professor Catedrático da Universidade Sun Yat-Sen. Este projecto propõe o registo de dados de mais de mil navios que partiram e chegaram a Macau entre 1700 e 1833. Através do estudo dos navios que passaram por Macau, este projecto revelará novas informações sobre a história do comércio externo de Macau, bem como materiais históricos mais pormenorizados e fiáveis relativos à interligação entre Macau e o exterior.

2. “Estudo sobre os Imigrantes em Macau após 1999”, um projecto do investigador Zhou Daming, doutorado em Etnologia pela Universidade Sun Yat-Sen, actualmente Professor Catedrático da mesma universidade. Este projecto centra-se na interacção social e nas relações interétnicas no seio das comunidades de imigrantes em Macau após a República Popular da China retomar a administração de Macau em 1999, bem como na implementação do plano de desenvolvimento da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau e nas alterações ambientais a nível internacional, a fim de estudar as relações entre os imigrantes em Macau e o desenvolvimento da cidade durante vários períodos diferentes.

3. “Estudo sobre as Finanças Públicas de Macau na Era Moderna (1844-1911)”, um projecto do investigador Zhao Xinliang, doutorado em História pela Universidade de Macau, actualmente Investigador Auxiliar no Centro de Investigação da Enciclopédia de Guangzhou. Este projecto tem como objectivo a realização de um estudo aprofundado sobre as mudanças e a evolução das finanças públicas da Administração Portuguesa de Macau durante o período de transformação da cidade (1844-1911), bem como a sua relação com o intercâmbio cultural entre Macau, a China e outros países.

4. “Macau, do oceano aos arquivos. Documentação sobre Macau e as suas rotas marítimas do século XIX em arquivos no oceano Índico”, um projecto do investigador Pedro Manuel Sobral Pombo, doutorado em Antropologia pelo ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa em Portugal, actualmente Professor Auxiliar da Universidade de Goa, na Índia. Este projecto de investigação versa sobre os trabalhadores chineses contratados e exportados de Macau para o ultramar no século XIX (um fenómeno geralmente designado por “venda dos porquinhos”),  com base em arquivos de países junto ao Oceano Índico, bem como em documentos e vestígios relativos às rotas de transporte marítimo, a fim de examinar o tráfico deste tipo de trabalhadores de Macau (também conhecidos como “coolies”) e as rotas marítimas da época.

Os detalhes do “Regulamento de Bolsas de Investigação Académica” e a lista de bolseiros encontram-se disponíveis na página electrónica do Instituto Cultural: www.icm.gov.mo. Para quaisquer esclarecimentos, é favor contactar o Instituto Cultural através do telefone n.º 85986738, durante o horário de expediente ou, por correio electrónico, através do e-mail: bolsa.depub@icm.gov.mo.
(Instituto Cultural)

Gabinete de Comunicação Social:
https://news.gov.mo/detail/pt/N20JbIKFkj?3

MACAUHUB FRENCH