Curtas de Portugal e Brasil finalistas de festival em Macau

16 November 2020

A organização do Festival Internacional de Curtas de Macau revelou à Lusa que cinco filmes de Portugal e do Brasil estão entre os 132 finalistas que irão ser exibidos entre 2 e 7 de Dezembro.

Segundo a agência noticiosa portuguesa, uma das curtas seleccionadas é o documentário “Egeu”, que se centra no drama dos refugiados, do jovem realizador português Tomás Barão da Cunha.

Foi escolhido ainda “Atordoado, permaneço alerta”, realizado pelos brasileiros Lucas Rossi dos Santos e Henrique Amud, que fala de direitos humanos, três décadas após o fim da ditadura militar no Brasil.

Os brasileiros Giovanna Giovanini e Rodrigo Boecker realizaram “Quem matou Chiquito Chaves?”, uma viagem de 40 anos pela história do jornalismo brasileiro, que está também entre os finalistas para o Festival Internacional de Curtas de Macau.

A edição deste ano do festival recebeu um total de 4.232 curtas, de acordo com a organização. O evento é organizado pelo Creative Macau – Centre For Creative Industries e pelo Instituto dos Estudos Europeus de Macau, com o apoio do Governo de Macau.

(Fonte) Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa:
https://www.forumchinaplp.org.mo/pt/curtas-de-portugal-e-brasil-finalistas-de-festival-em-macau/

MACAUHUB FRENCH