Estimativas do produto interno bruto (PIB) de Macau referentes ao 4º trimestre e ano de 2020

8 March 2021

No quarto trimestre de 2020 o PIB registou uma contracção anual de 45,9% em termos reais, a qual se atenuou em relação à do trimestre precedente (-63,8%). A procura externa voltou a subir comparativamente com o trimestre anterior, enquanto que em termos anuais se estreitou para 61,0% a amplitude descendente das exportações de serviços, destacando-se as descidas de 70,3% nas exportações de serviços do jogo e de 48,9% nas exportações de outros serviços turísticos. As exportações de bens subiram 245,2%. Quanto à procura interna, o investimento e a despesa de consumo privado diminuíram 11,7% e 10,2%, respectivamente, em termos anuais, enquanto a despesa de consumo final do governo aumentou 8,4%, informam os Serviços de Estatística e Censos.

Em 2020 as actividades económicas a nível mundial foram afectadas pela pandemia da pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus. A economia de Macau, em que predominam as exportações de serviços, não podia ficar imune à significativa descida da procura global ao longo do ano, o que resultou numa contracção de 56,3%, em termos reais. A procura interna registou uma retracção anual de 10,3%, destacando-se a queda homóloga de 15,1% na formação bruta de capital fixo, provocada pelo decréscimo do investimento do sector privado em construção. Por seu turno, a despesa de consumo privado desceu anualmente 16,3%, dadas as reduções no consumo fora de casa e nas viagens ao exterior efectuadas pelos residentes, bem como devido às incertezas das perspectivas económicas, durante o período de combate à pandemia. Em resposta à pandemia, o governo da RAEM adquiriu mais equipamentos de protecção e materiais médicos, alugando hotéis para servirem de instalações de isolamento preventivo e lançando medidas de assistência financeira, fazendo assim aumentar 11,4% a despesa de consumo final do governo, em termos anuais. Salientam-se os aumentos homólogos de 2,4% nas remunerações dos empregados e de 22,5% nas compras líquidas de bens e serviços. No que concerne à procura externa, sob a influência das medidas de controlo de viagens adoptadas por diversos países/territórios, os visitantes chegados a Macau diminuíram 85,0% face a 2019, originando uma quebra anual de 74,9% das exportações de serviços. Destacam-se as descidas homólogas de 80,4% nas exportações de serviços do jogo e de 73,4% nas exportações de outros serviços turísticos. Contudo, as exportações de bens cresceram 128,9%.

Em 2020 o PIB atingiu 194,4 mil milhões de Patacas e o PIB per capita cifrou-se em 285.314 Patacas (cerca de 35.714 dólares americanos). Além disso, o deflactor implícito do PIB, que mede a variação global de preços, foi semelhante a 2019, descendo 2,0% no quarto trimestre.

Entretanto a taxa de variação real do PIB referente ao primeiro trimestre de 2020 foi revista para baixo, isto é, -48,3%, enquanto no segundo trimestre foi revista para cima, ou seja, -67,9%.
(Direcção dos Serviços de Estatística e Censos)

Gabinete de Comunicação Social:
https://news.gov.mo/detail/pt/N21CE399ZI?1

MACAUHUB FRENCH