Promoção e apresentação pela AMCM sobre a conta de comércio livre do Interior da China que facilita o investimento e o financiamento no âmbito comercial

17 March 2021

Com vista a reforçar os conhecimentos do sector financeiro e dos sectores industrial e comercial sobre as políticas da conta de comércio livre do Interior da China, bem como das respectivas funções e características, a Autoridade Monetária de Macau (AMCM) organizou (dia 16) uma “Sessão de promoção e de apresentação sobre a conta de comércio livre”, tendo convidado a Sucursal de Cantão do Banco Popular da China e 4 bancos pilotos da Zona de Comércio Livre de Guangdong que facultam serviços de conta de comércio livre, a fim de apresentar estas matérias. Este evento contou com a participação de cerca de 200 representantes dos bancos e dos sectores industrial e comercial de Macau.

No seu discurso, o Presidente do Conselho de Administração da AMCM, Dr. Chan Sau San, salientou que a conta de comércio livre é um sistema inovador de gestão de conta, que visa, no Interior da China, a exploração das facilidades de investimento, de financiamento e das actividades cambiais transfronteiriços, proporcionando às empresas de Macau maiores facilidades em efectuar actividades cambiais transfronteiriças de fundos em moedas local e estrangeira na Zona de Comércio Livre do Interior da China e no exterior, através da abertura da conta de comércio livre junto dos 4 bancos pilotos de Guangdong.  A ampliação do âmbito de utilização da conta de comércio livre permite fornecer mais suportes a nível financeiro para a construção da zona de cooperação aprofundada entre Guangdong e Macau.

No discurso do Vice-Presidente da Sucursal de Cantão do Banco Popular da China, Dr. Su Yun, este referiu que a característica da integração de moedas local e estrangeira da conta de comércio livre e as vantagens de “dois mercados, dois recursos” podem fornecer canais de liquidação e financiamento com alta eficácia e conveniência para os operadores do mercado, em ordem a satisfazer as diversas procuras dos serviços financeiros transfronteiriços por parte das empresas.  Com o sistema de conta de comércio livre, a interacção e a cooperação entre Guangdong e Macau serão fortalecidas, contribuindo para o fluxo da circulação interna e externa de fundos, ampliando o espaço do mercado às empresas de Macau, de modo a contribuir para o desenvolvimento da diversificação adequada da economia de Macau.

Na sessão de promoção e de apresentação, os representantes da Sucursal de Cantão do Banco Popular da China e dos bancos pilotos da conta de comércio livre de Guangdong apresentaram junto do sector financeiro e dos sectores industrial e comercial locais, as políticas, as funções e as características da conta de comércio livre, bem como as vantagens das suas actividades e alguns exemplos concretos da respectiva utilização, tendo partilhado as suas experiências da realização dessas actividades e respondido às perguntas que lhes foram colocadas.  Os representantes do sector financeiro de Macau salientaram que ponderarão a abertura da conta de comércio livre na Zona de Comércio Livre na Ilha de Hengqin, no sentido de usufruir dos serviços financeiros transfronteiriços de forma mais conveniente, bem como de contribuir para o funcionamento das empresas.
(Autoridade Monetária de Macau)

Gabinete de Comunicação Social:
https://news.gov.mo/detail/pt/N21CP4HRRO?9

MACAUHUB FRENCH