Embaixadores lusófonos visitam Parque de Cooperação em Hunan

Os Embaixadores na China de Timor-Leste, Guiné-Bissau, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Moçambique e Angola visitaram na semana passada o Parque de Cooperação e Inovação Económica e Comercial China-África, na cidade de Changsha.

A delegação, de visita à província de Hunan, no sul da China, incluiu membros de Macau do Comité Nacional da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, avançou o The Paper.

Segundo o jornal digital estatal chinês, durante a visita, o grupo abordou temas ligados à cooperação e criação em Changsha de um Centro de Macau para reforçar o intercâmbio com os Países de Língua Portuguesa.

Timor-Leste quer promover o café orgânico e outros produtos agrícolas timorenses na Exposição Económica e Comercial China-África, em Changsha, em Setembro, disse o Embaixador de Timor-Leste, Bendito dos Santos Freitas, citado pelo jornal.

A Guiné-Bissau produz cerca de 200 mil toneladas de castanha de caju por ano e quer que Hunan se torne o terceiro maior importador deste fruto seco, disse o Embaixador guineense, António Serifo Embaló.

(Fonte) Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa:
https://www.forumchinaplp.org.mo/pt/embaixadores-lusofonos-visitam-parque-de-cooperacao-em-hunan/

MACAUHUB FRENCH