Linha ferroviária reabilitada pela China estimula exportações de minério em Angola

20 April 2021

O Caminho de Ferro de Moçâmedes (CFM), operador ferroviário do sudoeste de Angola, organizou na semana passada o seu primeiro carregamento de minério de ferro, avançou a Angop.

Segundo a agência noticiosa estatal angolana, uma composição com 1.575 toneladas de minério partiu da província de Huíla, no sudoeste de Angola, rumo ao Porto Mineiro do Sacomar, na província do Namibe, tendo a carga como destino final o Reino Unido.

A viagem serviu de teste, no âmbito de um acordo entre o CFM e a Companhia Siderúrgica do Cuchi.

O Director-Geral da Companhia Siderúrgica do Cuchi, Wilton Ferreira, disse à Angop que a empresa de exploração mineira já extraiu 24 mil toneladas de minério desde Fevereiro.

O CFM irá fazer uma viagem por dia com 900 toneladas de minério. O objectivo a longo prazo é o de atingir as 400 mil toneladas transportadas por ano.

A Companhia Siderúrgica do Cuchi garantiu já a venda de um milhão de toneladas de minério de ferro para países europeus e asiáticos, disse Wilton Ferreira.

A linha ferroviária operada pelo CFM foi reabilitada pelo grupo chinês China Hyawy Group Ltd, recordou o portal noticioso chinês QQ News.

(Fonte) Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa:
https://www.forumchinaplp.org.mo/pt/linha-ferroviaria-reabilitada-pela-china-estimula-exportacoes-de-minerio-em-angola/

MACAUHUB FRENCH