Procura chinesa alimenta exportações brasileiras de algodão

21 June 2021

O Brasil exportou 2,24 milhões de toneladas de algodão desde o início do ciclo 2020/2021, entre Julho e o final de Maio, mais 23 por cento do que durante todo o ciclo anterior, avançou a Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa).

Citando dados do sistema de comércio exterior do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços do Brasil, a Abrapa sublinha que a China é o maior comprador de algodão brasileiro, com uma fatia de 31 por cento no actual ciclo, que termina este mês.

Num comunicado divulgado na semana passada, a Abrapa refere que a China já importou mais de 700 mil toneladas de algodão brasileiro no actual ciclo, mais 22 por cento do que em todo o ciclo 2019/2020.

O Presidente da Abrapa, Júlio Busato, lembrou que nos últimos dois meses a associação assinou acordos de cooperação com a Associação de Algodão da China e a China National Cotton Exchange.

(Fonte) Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa:
https://www.forumchinaplp.org.mo/pt/procura-chinesa-alimenta-exportacoes-brasileiras-de-algodao/

MACAUHUB FRENCH