Representantes do Instituto Cultural de Macau marcam presença na Cerimónia de Abertura da 44.ª Sessão do Comité do Património Mundial e em várias reuniões, tendo ainda realizado trabalho de intercâmbio com a Administração Estatal do Património Cultural

27 July 2021

A 44ª Sessão do Comité do Património Mundial da UNESCO decorre entre 16 e 31 de Julho na cidade de Fuzhou, na província de Fujian. A Vice-Presidente do Instituto Cultural do Governo da RAEM, Leong Wai Man, e o Chefe do Departamento do Património Cultural, Choi Kin Long, em representação do Instituto Cultural (IC), foram convidados a participar na cerimónia de abertura. Durante a ocasião, participaram em várias reuniões e realizaram ainda trabalho de intercâmbio com a Administração Nacional do Património Cultural.

Na agenda da presente sessão consta a apreciação de mais de 200 relatórios sobre o estado de conservação de locais de património, incluindo seis relatórios sobre o estado de conservação do património cultural da China, nomeadamente, as Rotas da Seda: a rede de rotas do corredor Chang’an–Tianshan, o Conjunto Histórico do Palácio de Potala, Lhasa, a Paisagem Cultural de Arte Rupestre de Zuojiang Huashan, o Antigo Complexo de Edifícios nas Montanhas Wudang, a Grande Muralha e o Centro Histórico de Macau, que foram aprovados e avaliados positivamente. Entre estes locais, a Grande Muralha foi denominada como exemplo de gestão e protecção pelo Comité do Património Mundial, reconhecendo as medidas especialmente positivas que foram tomadas pela China e os resultados que foram alcançados para a protecção da Grande Muralha. No que diz respeito ao Centro Histórico de Macau, o Comité notou o empenho e o progresso de Macau na elaboração e na conclusão do Plano Director, reconheceu que o Plano Director de Macau integra a salvaguarda do património cultural como uma orientação para o desenvolvimento urbano e, ao mesmo tempo, também apreciou os trabalhos de sensibilização e educação desenvolvidos pelo Governo da RAEM para incentivar e reforçar os conhecimentos da sociedade na área da protecção do património mundial e o seu valor universal, tendo ainda em consideração as alternativas sobre o desenvolvimento dos edifícios inacabados na Colina da Guia. O IC irá continuar a acompanhar activamente este assunto de acordo com o conteúdo da respectiva decisão. Relativamente a “Quanzhou: Empório do Mundo em Song-Yuan China”, este sítio foi aprovado e inscrito na Lista do Património Mundial no dia 25 de Julho, no decorrer desta reunião do Comité do Património Mundial da UNESCO, passando a ser o 56.º sítio de património mundial da China. O Instituto Cultural do Governo da RAEM apresenta as suas felicitações de congratulação.

Durante a Sessão, os representantes do IC reuniram com o Vice-Ministro da Cultura e Turismo da República Popular da China, o Director da Administração Estatal do Património Cultural, Li Qun e o Vice-Director da Administração Estatal do Património Cultural, Song Xinchao. Os representantes do IC agradeceram à Administração Estatal do Património Cultural o apoio dado aos trabalhos de salvaguarda do património cultural de Macau ao longo dos anos, apresentaram a situação da salvaguarda do Centro Histórico de Macau e auscultaram as recomendações da Administração Estatal do Património Cultural sobre os trabalhos de salvaguarda do património cultural de Macau. A Administração Estatal do Património Cultural reconheceu as realizações conquistadas por Macau nos trabalhos de salvaguarda do Património Mundial local e expressou que irá continuar a dar um forte apoio a Macau. Além disso, os representantes do IC participaram nas reuniões “Protecção e Desenvolvimento Sustentável da Paisagem Urbana Histórica” e “Conservação e Estudo do Património da Rota Marítima da Seda”, auscultando as experiências práticas de especialistas e académicos no âmbito da salvaguarda do património cultural de todo o mundo, particularmente no que se refere à protecção de cidades históricas, e reforçando ainda mais a compreensão sobre os resultados do estudo do património da Rota Marítima da Seda no interior da China e no exterior, promovendo ainda o intercâmbio e a cooperação no âmbito da protecção e utilização do património relacionado com a Rota Marítima da Seda.

O IC promove o intercâmbio nacional e internacional dos trabalhos de salvaguarda do património mundial através da participação na Sessão do Comité do Património Mundial. No futuro, o IC irá esforçar-se para continuar a dedicar todos os esforços possíveis para os trabalhos de salvaguarda do património cultural, promovendo também os conhecimentos cada vez mais alargados sobre o património cultural de Macau e a colaboração de todos na salvaguarda do mesmo.
(Instituto Cultural)

Gabinete de Comunicação Social:
https://www.gcs.gov.mo/detail/pt/N21GZLrkFC?4

MACAUHUB FRENCH