China promete ajudar São Tomé e Príncipe a erradicar malária até 2025

A China manifestou na sexta-feira a sua disponibilidade para continuar a apoiar o programa de São Tomé e Príncipe para erradicar a malária no país até 2025, avançou a STP-Press.

Segundo a agência noticiosa estatal são-tomense, a promessa surgiu durante uma reunião entre o Ministro são-tomense da Saúde, Edgar Neves, e parceiros de cooperação de São Tomé e Príncipe.

Durante o encontro, o governante pediu mais fundos para o programa de luta contra a malária – doença também conhecida por paludismo – aos parceiros do país africano, que incluem, além da China, a Organização Mundial de Saúde e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF, na sigla inglesa).

O Plano Estratégico de Eliminação do Paludismo 2017-2021 está a terminar e São Tomé e Príncipe está a elaborar um novo programa de combate à doença, disse Edgar Neves.

Em Junho de 2020, o ministro e o então Embaixador chinês em São Tomé e Príncipe, Wang Wei, assinaram um novo acordo de cooperação bilateral no âmbito do combate à malária, avançou na altura a agência noticiosa estatal são-tomense.

(Fonte) Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa:
https://www.forumchinaplp.org.mo/pt/china-promete-ajudar-sao-tome-e-principe-a-erradicar-malaria-ate-2025/

MACAUHUB FRENCH