Certame internacional de cooperação ambiental em Macau encerra com a assinatura de 35 acordos

16 April 2018

Trinta e cinco acordos assinados foram o resultado mais visível da edição deste ano do Fórum e Exposição Internacional de Cooperação Ambiental de Macau (MIECF, na sigla em língua inglesa), que decorreu de 12 a 14 de Abril corrente, numa organização do governo da Região Administrativa Especial de Macau.

A plataforma disponibilizada pelo MIECF atraiu representantes de governos, empresários e académicos de todo o mundo, que decidiram participar no evento em Macau, tendo durante esta 11ª edição sido registado um aumento de 28% em termos anuais no número de bolsas de contacto na área da protecção ambiental, com um total de 349.

O evento, com uma duração de três dias, demonstrou os benefícios decorrentes da existência de uma plataforma internacional na área da protecção ambiental e promoveu o intercâmbio e cooperação entre empresas do sector, nomeadamente dos países e regiões abrangidos pela iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota”, bem como da Região do Pan-Delta do Rio das Pérolas, da Região Metropolitana da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, bem como dos países de língua portuguesa e de países europeus, entre outros.

O “Fórum Verde”, um dos principais destaques do MIECF 2018, contou com um total de seis sessões regulares e uma sessão especial, envolvendo mais de 50 oradores, desde pessoas com trabalho pioneiro no campo da protecção ambiental, a dirigentes de multinacionais e decisores políticos, provenientes de vários países e regiões, incluindo China continental, Austrália, Costa Rica, Holanda, Portugal, Singapura, Estados Unidos, Hong Kong e Macau.

Estes participantes partilharam durante o “Fórum Verde” as ideias que têm para diferentes áreas, de que são exemplo o turismo ecológico, exposições sustentáveis, construção de cidades ecológicas, e o desenvolvimento de finanças e produtos químicos amigos do ambiente, tendo sido ainda promovida a troca de informações sobre o potencial de um aprofundamento da cooperação ambiental, a diversos níveis, entre diferentes regiões, facilitando-se uma colaboração ampla e activa.

A edição deste ano do “Fórum Verde” atraiu mais de 3900 participantes, tendo a “Mostra Verde” contado com a participação de mais de 490 expositores provenientes de 19 países e regiões, que apresentaram soluções ecológicas destinadas ao combate da poluição do ar, da água e dos solos e à construção de cidades sustentáveis.

No intuito de dar prioridade à protecção ambiental e ao desenvolvimento sustentável da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, foi inaugurada, no âmbito da edição deste ano da “Mostra Verde”, uma zona especial para a promoção de produtos e serviços amigos do ambiente desta região, com o objectivo de promover a cooperação ambiental no contexto da Grande Baía.

Além disso, a “Mostra Verde” continuou a incluir a “Área de Exposição de Tecnologias Inovadoras de Protecção Ambiental” e o “Pavilhão sobre Construção Sustentável” para produtos e serviços de construção amigos do ambiente, bem como a “Área de Exposição de Transportes Sustentáveis”, focada na apresentação de diversas soluções de transportes ambientais.

A qualidade das actividades do MIECF, bem como o grau de profissionalismo demonstrado na sua apresentação, tem aumentado continuamente, o que contribuiu para o reconhecimento do evento como uma iniciativa importante no panorama internacional no que concerne à protecção ambiental.

Além de ter sido acreditado pela UFI – Associação Global da Indústria de Exposições em 2011, o MIECF foi distinguido, em 2017, com o “Prémio de Excelência para Conferências e Exposições” atribuído pela Associação de Convenções e Exposições de Macau. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH